Mas o que é a Sedação Consciente?

[…]

Indicado para os pacientes ansiosos e fóbicos, em particular as crianças, permitindo alcançar um estado de total relaxamento e tranquilidade, mas ao mesmo tempo acordado e cooperante…e em total segurança…

Sabia que cerca de 30% da população tem medo de ir ao dentista, e que entre as crianças essa percentagem aproxima-se dos 50%?

Hoje em dia, esse receio não tem justificação. Na CIOV disponibilizamos para as crianças e também aos adultos, a Sedação Consciente.

A Sedação Consciente é um método bastante benéfico para pacientes receosos da dor ou que tiveram experiências menos positivas no consultório dentário. E são as crianças as que estão mais suscetíveis a criar fobias em relação aos atos médico-dentários, evitando os cuidados dentários regulares e necessários devido à ansiedade e medo da dor.

Mas o que é a Sedação Consciente?

A Sedação Consciente, permite alcançar facilmente um estado de conforto e relaxamento da mente. Consiste na administração de oxigênio (O2) e protóxido de azoto (N2O), por inalação, através de uma máscara nasal cuja dosagem é controlada por um aparelho misturador.

O protóxido de azoto ou óxido nitroso, também conhecido por “gás hilariante”, é utilizado numa percentagem de 30-50% com 50-70% de oxigénio, tem um odor agradavelmente doce e é incolor. Trata-se dum processo muito seguro, utilizado desde 1840 e em larga escala em muitos países como nos EUA.

A Sedação Consciente é considerada, atualmente, como um dos métodos anestésicos utilizados mais seguros. Embora não dispense a utilização de anestésicos locais nos tratamentos de Medicina Dentária, a sua ação sedativa e analgésica permite reduzir o consumo dos mesmos, facilitando igualmente a sua administração.

Como funciona a Sedação Consciente?

A sedação com protóxido de azoto e oxigénio vai produzir uma leve sonolência, redução significativa da sensação dolorosa e diminuição da ansiedade. De registar que o paciente se mantém acordado, colaborante, a respirar normalmente e com todos os seus reflexos de proteção intactos.

Quase todas as pessoas poderão beneficiar da Sedação Consciente. As contraindicações são muito poucas, restringindo-se apenas a pacientes com cardiopatias e patologias pulmonares graves e neuropatias sensitivas. De registar que, como a inalação é efetuada através de uma mascara nasal, torna-se imprescindível que o paciente respire bem pelo nariz.

O paciente poderá efetuar um ensaio prévio de 5 minutos antes de prosseguir com o tratamento. A ação é muito rápida, encontrando-se sedado no espaço de 3-5 minutos. Como o protóxido de azoto não é metabolizado no organismo, a sua eliminação também é rápida. O paciente inala oxigénio puro durante 5 minutos, tempo suficiente para eliminar praticamente todo o efeito residual do protóxido azoto, podendo assim voltar às suas atividades normais.

Durante todo o processo, os sinais vitais dos pacientes são monitorizados, tudo em prol da segurança. De registar que, na literatura científica mundial, não existe referência a qualquer registo de morte atribuída à sedação com protóxido de azoto e oxigénio